Banco Central suspende pagamentos pelo WhatsApp no Brasil

Novidade foi anunciada pelo Facebook na semana passada, mas BC quer avaliar riscos concorrenciais e garantir funcionamento adequado do Sistema de Pagamentos Brasileiro (SPB).

Por portaldapoliticamt em 23 de junho de 2020

WhatsApp vai permitir fazer pagamentos a amigos e lojas pelo aplicativo. — Foto: Divulgação/WhatsAppWhatsApp vai permitir fazer pagamentos a amigos e lojas pelo aplicativo

O Banco Central suspendeu nesta terça-feira (23) a função de pagamentos e transferências por meio do WhatsApp no Brasil.

A medida determina que as bandeiras de pagamento Visa e Mastercard, que viabilizavam as operações financeiras, paralisem a função para que o BC possa avaliar riscos e garantir funcionamento adequado do Sistema de Pagamentos Brasileiro (SPB).

“A motivação do BC para a decisão é preservar um adequado ambiente competitivo, que assegure o funcionamento de um sistema de pagamentos interoperável, rápido, seguro, transparente, aberto e barato”, diz o BC em nota.

“O eventual início ou continuidade das operações sem a prévia análise do regulador poderia gerar danos irreparáveis ao SPB notadamente no que se refere à competição, eficiência e privacidade de dados”, segue o texto. “O descumprimento da determinação do BC sujeitará os interessados ao pagamento de multa cominatória e à apuração de responsabilidade em processo administrativo sancionador.”

O WhatsApp ainda não tem um posicionamento oficial sobre a decisão. A empresa diz que serviço estava disponível para um grupo de usuários no Brasil, e chegaria a todos nas próximas semanas.

O WhatsApp, empresa controlada pelo Facebook, anunciou na semana passada que o Brasil seria o primeiro país a receber uma atualização do aplicativo que permitiria envio e recebimento de dinheiro, usando cartões cadastrados, além de pagamentos por produtos e serviços para contas do WhatsApp Business.

Os pagamentos aconteceriam dentro de uma função chamada Facebook Pay, que extrapolaria os mesmos dados de cartão para uso em toda a família de aplicativos da empresa.

O movimento do Facebook aproxima a família de marcas ao que o WeChat faz na China, onde é responsável por uma revolução na maneira de pagar no país e atualmente é também rede social e uma plataforma de vendas.

 

banner white 980x288

Fonte: G1

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta