Cassação de Abílio Jr é dada como certa

Por portaldapoliticamt em 18 de fevereiro de 2020

Por mais que Abílio Júnior (foto) implore e grite por socorro, na esperança de escapar da cassação, inclusive se colocando como vítima de perseguição política, perderá mesmo mandato. Mas isso só vai ocorrer após o Carnaval.

A tendência é que seja votado em plenário em 10 de março. É preciso seguir o rito legal. O relatório aprovado por unanimidade pela Comissão de Ética pela cassação por quebra de decoro está sob análise da Comissão de Constituição e Justiça, presidida por Lilo Pinheiro.

A CCJ recebeu o relatório na última quinta (13) e tem 15 dias para apresentar parecer. Apesar de dela fazerem parte dois aliados do vereador investigado, sendo eles Lilo e Kero-Kero, a CCJ pode até contrariar parte do relatório, mas não se exporá ao ponto de “fabricar” um outro entendimento para tentar salvar o emblemático vereador.

Dos 25, ao menos 18 votam pela cassação. De nada adianta Abílio mobilizar e arrastar à Câmara o seu pessoal para fazer protesto, como programado para esta terça. Vereador nenhum, principalmente aqueles que enfrentaram constrangimentos, deboches, calúnia e difamação e shows de Abílio, dentro e fora da Câmara, vão recuar da decisão já tomada de votar sim à cassação.

banner white 980x288

Fonte: RDNews

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *