Copa Truck faz reestruturação das corridas de caminhões

Por portaldapoliticamt em 14 de outubro de 2019

Resultado de imagem para COPA TRUCK

O movimento que a Copa Truck faz reestruturação das corridas de caminhões, se mostra interessante e em evolução. Na etapa realizada em Cascavel (PR), 24 caminhões alinharam no Autódromo Zilmar Beux, num recorde histórico da categoria. Em competições de caminhões, não me recordo de provas com mais de 22 trucks num grid. O movimento que a Copa Truck faz de reestruturação das corridas de caminhões, se mostra interessante e em evolução. Na etapa realizada no último final de semana em Cascavel (PR), 24 caminhões alinharam no Autódromo Zilmar Beux, num recorde histórico da categoria. Em competições de caminhões, não me recordo de provas com mais de 22 trucks num grid.

Não apenas por isso, mas o fato de termos visto o retorno de Pedro Muffato, lenda viva do automobilismo nacional às pistas, no auge de seus 79 anos, e ver pilotos oriundo de outras categorias (Juca Bala estreou pela FF Motorsport), em especial a Stock Car/Stock Light. Átila Abreu testou tanto um caminhão de competição, quanto guiou um Hyundai na Copa HB20. Guilherme Salas estreou e GABRIEL ROBE conquistou dois sólidos top-10 nas baterias cascavelenses.

Teve suporte de motor escapando de Muffato e acertando o para-brisa de Pedro Paulo Fernandes, bem como muitas disputas e ultrapassagens em alto nível, mediante um piso que alternava características de molhado e seco, em algo ainda mais desafiador no traçado de 3km de extensão. Beto Monteiro e Paulo Salustiano venceram as disputas e estão empatados em pontos, na classificação da terceira copa. A competitividade aliada aos apoiadores e boa organização, fazem com que a Mais Esportes, organizadora do certâme, receba créditos e felicitações sobre o campeonato.

Resultado de imagem para COPA TRUCK pedro paulo piloto

Ter a trinca de eventos ( Mercedes – Benz Challenge Brasil e Copa HB20 integradas a Truck, com grandes disputas, abrilhantaram mais a etapa. Mas saber que empresas estão apoiando mais, APESAR DA FORD TER ENCERRADO ATIVIDADES NOS TRUCKS NO BRASIL, é algo muito bom.

Ver a Maxon Oil, bem como apoiadores e investidores, se dispondo a planejar investir no esporte a motor, é algo muito digno de respeito. Se ela e mais algumas empresas provam que investimentos automotivos são válidos e especiais, nada mais justo que recitar seu nome.P4 e P8 bem interesssantes para Robe, que em duas etapas, já provou seu valor dentro do torneio e pode sim futuramente, vislumbrar vitórias e conquistas maiores.

E com disputas e organização acima da média das categorias nacionais, a Copa Truck segue buscando e conseguindo, se encaixar no calendário em terra-brasílis. Competitividade e estrutura no ciclo de categorias e etapas que compõe a Copa Truck, atraem mídia que atraem patrocinadores e que atraem mídias, formam um ciclo bacana e que deixa claro num país em que o automobilismo em sua maior parte, não é organizado de maneira ideal, é um oásis de essência a motor.

 

Fotos: Racing Motor Sports

 

banner white 980x288

Fonte: Mirian Sirtoli -  Assessoria Maxon Oil

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta