Instituto diz que 95% do desmatamento em Mato Grosso é ilegal

Em 2018, foram registrados quase mil quilômetros quadrados de desmatamento no Estado.

Por portaldapoliticamt em 5 de agosto de 2019

Dados são do Sistema de Alerta de Desmatamento (SAD) do Imazon

De acordo com dados divulgados pelo Instituto Centro Vida, Mato Grosso registrou, em 2018, quase mil quilômetros quadrados de desmatamento do bioma Cerrado. Ainda segundo o ICV, 95% do desmate é ilegal.

Mato Grosso responde por 15% do desmatamento do Cerrado, ocupando a terceira colocação no país. De acordo com a análise das características do desmatamento realizada pelo ICV, cerca de um terço de todo desmatamento no cerrado mato-grossense ocorreu em imóveis rurais cadastrados.

Além do alto índice de ilegalidade, a análise realizada pelo ICV mostra que as áreas de desmatamento com mais de 50 hectares respondem por 71% do total. Se comparado a 2017, o estudo aponta uma tendência de aumento das grandes derrubadas. Foram 10% a mais de ocorrências em grandes áreas.

O cruzamento com os dados do Cadastro Ambiental Rural (CAR) mostra uma predominância do desmatamento em imóveis rurais cadastrados, quase 63%, sendo que mais da metade ocorreu em grandes imóveis, com mais de 1.500 hectares.

Os projetos de assentamentos da reforma agrária concentraram 12% do total desmatado. Nas áreas protegidas, que englobam unidades de conservação e terras indígenas, 2%.

O estudo também aponta para uma tendência de concentração nas regiões do Araguaia e no Centro-sul do estado. Metade do Cerrado que desapareceu em 2018 estava concentrada em 15 municípios, sendo Paranatinga o primeiro do ranking.

banner white 980x288

Fonte: G1-MT

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *